Laboratórios americanos preparam-se para cobrar pacientes